Português | English

Devocionais

ORAÇÃO PELO DERRAMAR DA VIDA E DO PODER

ORAÇÃO PELO DERRAMAR DA VIDA E DO PODER

Senhor, curvo-me ante Tua face e confesso o meu pecado. Tu me sondas, e me conheces todo. Sem Teu Sangue sobre mim eu seria inaceitável em Tua presença. Louvado seja o Cordeiro imolado antes da Fundação do mundo. Nele eu tenho intrepidez para entrar e viver com ousadia em Tua Presença. Assim, meus lábios se abrem com confiança, e meu coração Te contempla em paz. Deus meu, eu e Teus filhos precisamos de toda a Tua Graça. Derrama sobre nós todas as bênçãos que são nossas nas regiões celestiais em Cristo. Estamos fartos e cansados de tanta afronta e descaso. Sê o nosso Confortador, pois és o Senhor de todos. Anima o nosso espírito, e alegra a nossa alma com as festas de Teu amor. Também derrama espírito de quebrantamento sobre todo o Teu povo, e cerca-nos com a ambiência das curas espirituais. Que Teu Espírito esteja conosco para curar. Derrama sonhos que curem sobre o teu povo. Cura o teu povo, ó Senhor. Faze entre nós obra tal, e tão Tua, que ninguém se confunda quanto ao fato que foste Tu que o fizeste, e que a Glória é toda Tua. Visita esses milhares de irmãos e irmãs que se encontram órfãos de irmandade. Quase não se vê a Igreja nesse mar de “igrejas”. Ajuda-nos a não deixarmos de congregar-nos, e salva-nos das congregações que se reúnem em Teu nome, mas de onde Tu andas muito distante. Dá-nos um coração cativo da esperança do evangelho, e que não encontre encanto nas invenções que negam a Tua Palavra. Caia do céu a luz do discernimento sobre todos. Rasga o véu da ignorância, e dissolve as pedras do preconceito; sim, reduze-as a nada pelo fogo ardente de Tua verdade. Pai nosso, Pai das luzes, Senhor de vivos e de mortos, toma Teu lugar em nosso meio. Estamos tristes porque já não mais visitas os nossos cultos e as nossas solenidades. Ficaste cansado de nossas imundícies, de nossa fanfarrice, de nossas vaidades, de nossos próprios e exclusivos interesses apresentados em Teu nome e como se fossem interesses Teus; sim, ficaste cansado do comercio que se faz do Teu povo, comprado para Ti mesmo com o sangue de Teu Filho Unigênito. Deus da vida, derrama a verdadeira vida sobre a consciência de todo o Teu povo, e não me deixes morrer sem ver esse sinal de Teu favor. Em nome de Jesus, que tem o Nome que está sobre todo nome, Caio, teu filho, o principal dos pecadores.