Português | English

Devocionais

O QUE É A FÉ?

O QUE É A FÉ?

 

 

 

 

 

O QUE É A FÉ?

 

 

O que é a fé? — pergunta aquele que me lê e ouve.

 

Ora, Hebreus no capítulo 11 responde que é a certeza de coisas que se esperam e a firme convicção de fatos que se não vêem.

 

E fazendo isso discorre sobre a fé que crê que o que existe veio do que não existe, pela Palavra de Deus; e fala da fé como certeza de justificação pelo sangue do inocente, como Abel creu; e afirma que a fé nos abre os sentidos para coisas que ainda não aconteceram, como foi com Noé; e ensina que o andar de fé faz o homem transcender os limites físicos, como Enoque, que foi arrebatado para não ver a morte; e conta que a fé faz o homem ter coragem para deixar um mundo grande e organizado, como era a Mesopotâmia, e seguir para a terra da Promessa, onde só se sabe que há gigantes, pois o leite e mel eram apenas uma visão de fé; e prossegue narrando como a fé faz o homem mais longevo que o corpo, e que tanto ele quanto sua mulher, chamada Sara, deram a luz a um filho, enquanto beiravam os 100 anos de existência; e apresenta a fé adoração e obediência que levam o filho da Promessa para o altar do sacrifício, pois, a fé sempre crê na ressurreição dos mortos; e mostra como o trauma da fé gerou um Isaque simples; e evidencia o fato de que mediante a fé aprende-se a aceitação de eleições que não podem ser explicadas, como aconteceu entre Jacó e Esaú; e como o exílio pode ser a salvação do sonho de Abraão no Egito; e como um homem de fé, como José, via para além das Pirâmides um singelo lugar para os seus ossos, na gruta de Macpelá, 430 anos depois de estar sepultado no Egito; e mostra a soberania de Deus educando Israel entre escravos e como escravos, a fim de que a fé lhes fosse o chão de peregrinações sob a adversidade; e diz que a fé vê Deus usando Faraó para salvar Moisés para Faraó, e, assim, para todo oprimido do povo; e mais: para entre sinais, prodígios e maravilhas, guiar um povo temerário pelo deserto, até que morressem os incrédulos, e uma nova geração de fé pudesse aparecer como fruto da jornada; e afirma que pela fé o próprio cosmos aceita jogos divinos; e afirma que prostitutas podem se tornar súbitas sacerdotisas da graça de Deus em favor de seu povo; e narra todas as impossibilidades e improbabilidades humanas sendo vencidas, superadas e transcendidas pela fé — deixando assim ver que a fé é certeza do amor de Deus para a vida, pois, tanto a fé que crê que o que existe veio do que não existe, como a fé que crê na ressurreição, são a mesma coisa; sendo, pois, a fé, a certeza da ressurreição; a convicção da vitória da Promessa sobre qualquer que seja o que o olhar coletivo chame de realidade.

 

É esse olhar de fé que ilumina a vida e o mundo e torna o nosso ser luminoso em Jesus!

 

 

Caio

 

15/02/08

Lago Norte

Brasília

DF