Português | English

Informativo

IGREJA PRESBITERIANA CONSIDERA SAMUEL DOCTORIAN HEREGE--text

IGREJA PRESBITERIANA CONSIDERA SAMUEL DOCTORIAN HEREGE--text

PARA QUEM DESEJAR SABER MINHA OPINIÃO, LEIA-A EM "OPINIÃO", AQUI NO SITE

Caio
***************************************************




Cumprindo a determinação do Supremo Concílio
da IPB publicamos o seguinte artigo:

SC-IPB-2002 Doc. XV - Quanto aos docs. 28, da CE-SC-2002, encaminhamento do seu doc. XCIX, para pronunciamento do SC-IPB quanto aos ensinamentos e revelações do sr. Doctorian; 65, do Sínodo de Piratininga, contra os ensinos de Samuel Doctorian e denúncia contra o Presbitério do Rio de Janeiro; 98, do Sínodo de Piratininga, referente ao cidadão em epígrafe, com dados informativos sobre sua vida e formação religiosa; 126, do Sínodo de Belo Horizonte, encaminhando documento do Presbitério de Belo Horizonte, de pedido de manifestação do Supremo Concílio quanto as questões doutrinarias e de docência quanto à "Semana Doctorian", promovida pela IP do Rio de Janeiro; 127, do Sínodo de Belo Horizonte, encaminhando documento do Presbitério de Belo Horizonte, sobre a mesma pessoa e suas revelações, com pedido de providências com respeito à publicação de livro de autoria dele. CONSIDERANDO: 1. Que vários concílios têm solicitado ao Supremo Concílio pronunciamento e providências sobre os ensinos do Dr. Samuel Doctorian; 2. Que referido pregador itinerante ocupou o púlpito da IP do Rio de Janeiro, a convite de seu pastor, Rev. Guilhermino Cunha, que foi inclusive seu intérprete, proferiu palestras no Congresso Nacional da FENEP, e ainda, teve livro de sua autoria editado por nossa Editora, sem sua logomarca, supostamente com benefícios financeiros, e inobstante recusa do seu Conselho Editorial (doc. 98, anexo Secularismo no Ensino Teológico na IPB, p. 13; e doc. 127); 3. Que no site da IP do Rio de Janeiro veiculou-se intensamente o conteúdo dos ensinamentos, cujos flagrantes captados estão acostados aos vários documentos acima identificados; 4. Que a IP do Rio de Janeiro acolheu referido pregador e veiculou propaganda de seus ensinos através de fitas e de audição de suas mensagens via internet, e, mais grave, admitiu-o a ministrar sacramentos (batismo infantil e Santa Ceia), tendo sido ao final de sua pregação abençoado pelos pastores e pela congregação; 5. Que a propaganda da FENEP quanto à pessoa do indigitado cidadão depois de elogios afirma que "ouvi-lo e poder dialogar com ele, orar com ele será um raro privilegio que a IPB está proporcionando aos educadores cristãos brasileiros", conforme Brasil Presbiteriano, outubro/2001, pg. 9); 6. Que, a título de ilustração de seus ensinos, a sua profecia intitulada "Os Cinco Anjos dos Continentes", acerca dos tempos, pretensamente recebida na ilha de Patmos, em 16 de agosto de 1998, vaticina sobre a sorte dos vários continentes, afirmando morte e avivamento na Ásia e Oceania, fragmentação da Torre Eiffel por terremoto, desaparecimento da ONU, fome na África ampliada pela seca do Rio Nilo, inundação da Amazônia e destruição de metrópoles brasileiras, a demonstrar inequivocamente a sua crença em revelações extra-bíblicas, o que é de todo contrário à sã doutrina; 7. Que a CI/IPB, artigo 70, letra "a", diz expressamente que compete aos concílios "dar testemunho contra erros de doutrina e prática", RESOLVE: A. - CONSIDERAR o ensino do Dr. Samuel Doctorian assemelhado ao montanismo, tal qual definido na Pastoral sobre o Espírito Santo (Ed. Cultura Cristã, 1995, p. 16, n. 58), ao reivindicar possuir revelações superiores ao NT, contrariando a Palavra de Deus, e portanto contrário e prejudicial à suficiência das Escrituras, negando o lema da Reforma "Sola Scriptura"; B. - DECLARAR, à luz da Bíblia, inerrante Palavra de Deus, à luz da Confissão de Fé, em seu capítulo I, item 6, e à luz dos documentos doutrinários da IPB (Resolução SC-1978-036 e Pastoral sobre o Espírito Santo), que o ensino do Dr. Samuel Doctorian é herético e os que professarem ou divulgarem o conteúdo dos mesmos, por não estarem em conformidade com os ensinos da Sagrada Escritura, são passíveis de disciplina, a teor do disposto no Código de Disciplina, art. 4.º; C. - PROIBIR de toda e qualquer forma a concessão da palavra ao Dr. Samuel Doctorian na IPB, bem como a promoção, divulgação e comercialização dos ensinos, por todos os ministros, concílios e entidades, sob pena de disciplina; D. - DETERMINAR que no prazo de trinta (30) dias, a partir da publicação da presente resolução, os irmãos, concílio e entidades abaixo dêem informações quanto aos fatos narrados na presente resolução, manifestando-se pormenorizadamente sobre eles: Rev. Guilhermino Cunha e demais pastores da IP do Rio de Janeiro; Conselho da IP do Rio de Janeiro; Conselho Editorial, Superintendente e Editor da Editora Cultura Cristã e Diretoria da FENEP, à época dos fatos; E. - DETERMINAR à Mesa do Supremo Concílio que ao receber as manifestações dos indicados acima delibere a respeito, inclusive encaminhando a concílios e órgãos competentes para instauração de eventual processo disciplinar e/ou administrativo, prestando relatório circunstanciado das providências e andamento das mesmas, na reunião da CE/SC-2003; F. - ALERTAR ministros e concílios quanto ao perigo de ensinos tais e similares, lembradas as palavras de Gálatas 1.6-9 e 1 Timoteo 4.1. Aprova-se o seguinte aditivo: Que seja determinado ao órgão oficial, Brasil Presbiteriano, que publique documento explicitando a posição da IPB em relação aos ensinos do Dr. Samuel Doctorian. Que o mesmo texto seja veiculado no Site da IPB; bem como em opúsculo publicado pela CEP com o mesmo conteúdo.
Samuel Doctorian e a heresia montanista
"E não vos conformeis com este século..." (Rm 12.2).
As palavras do apóstolo Paulo, mais que nunca, nos alertam para o cuidado que devemos ter quanto à influência deste mundo sobre a Igreja do Senhor. Essa influência, em nossos dias tem se evidenciado de maneira muito clara na destruição dos nossos fundamentos.
Todos os princípios absolutos de nosso mundo tem sido ameaçados. O que sempre foi tido como verdade, hoje é questionado. Gene Edward Veith Jr, em seu livro "Tempos Pós-Modernos", publicado por nossa Casa Editora Presbiteriana, explica bem essa ameaça de nosso século:
"Os grandes sistemas intelectuais do passado (tais como o platonismo, o Cristianismo, o marxismo, as ciências) sempre tiveram fundamentos específicos (ideais racionais; Deus; a economia; a observação empírica). O pós-modernismo, por outro lado, é antifundamentos. Busca destruir todas esses fundamentos objetivos sem nada colocar no lugar deles."[1]
Essa ameaça contemporânea tem afetado fortemente a Igreja do Senhor no que diz respeito às suas bases doutrinárias. Nunca a Palavra de Deus e nossos símbolos de fé foram tão questionados dentro da Igreja. Nunca as bases de nossa fé foram tão atacadas como em nossos dias.
Sábias são as palavras do salmista inspirado quando questiona: "destruídos os fundamentos, que poderá fazer o justo?" (Sl 11.3). De fato, o que será de nossa histórica Igreja Presbiteriana do Brasil se destruídos forem os seus fundamentos? Se a Palavra de Deus for rejeitada e colocada de lado?
Com estas perguntas em nossas mentes, analisemos um dos movimentos que ameaçou a Igreja de nosso Senhor Jesus Cristo nos seus primeiros séculos, a sua condenação e a defesa da mesma heresia por parte de Samuel Doctorian.
I. O MONTANISMO
O Montanismo foi um dos movimentos heréticos da história da Igreja Cristã, com surgimento por volta do ano 150 d.C.. Recentemente, a Comissão Permanente de Doutrina da IPB definiu este movimento da seguinte forma:
"O Montanismo foi um movimento apocalíptico cristão que surgiu no século II, liderado por Montano, um cristão da Frigia, que alegava ter recebido uma revelação direta do Espírito Santo de que ele, como representante do Espírito, lideraria a Igreja durante o último período dela aqui na terra."[2]
Montano cria na inspiração contínua e colocou-se como alguém por meio do qual o Espírito Santo falava, no mesmo nível que falara através de Paulo e dos outros apóstolos.
Na sua visão, o "mais elevado estágio da revelação"[3] havia sido atingido nele. O fim do mundo estava próximo e o Espírito o havia escolhido, juntamente com duas profetisas, Maximila e Prisca, para falar à humanidade sobre os últimos julgamentos de Deus sobre o mundo. Montano cria que era o último profeta escolhido por Deus para revelar seus eternos planos.
Tertuliano, o mais famoso adepto do Montanismo, em sua obra De Anima (Sobre a Alma), deu o seu relato sobre o movimento. Falando sobre uma das profetisas, ele disse o que segue:
"Nós temos entre nós uma irmã que tem sido agraciada com muitos dons de revelação, os quais ela vivencia no Espírito, por meio de visões extáticas, na Igreja, no meio dos ritos sagrados do Dia do Senhor. Ela conversa com anjos e, às vezes, até com o Senhor. Ela vê e ouve comunicações misteriosas. Ela consegue discernir o coração de alguns homens e recebe instruções para a cura sempre que precisa. Seja lendo as Escrituras, cantando salmos, pregando ou oferecendo orações  em todos estes serviços religiosos, oportunidades são oferecidas a ela para que tenha visões". [4]
Além das visões e conversas com anjos, uma das profecias do movimento era a de que, após a morte de uma de suas profetisas, Maximila, viria o fim, com tumultos e guerras por toda a parte. A história provou a falsidade desta profecia.
II. A POSIÇÃO DA IGREJA
A Igreja Cristã reagiu fortemente contra o Montanismo. O fanatismo e as reivindicações de possuir revelações superiores às do Novo Testamento fizeram do Montanismo uma ameaça à Palavra de Deus.
Na medida em que os profetas do movimento consideravam suas revelações como sendo últimas, a revelação bíblica, dada por Deus através dos profetas e apóstolos, ficava rejeitada a um segundo plano.
Diante desta ameaça à Palavra de Deus, a posição da Igreja foi condenatória. Em 381, o Concílio de Constantinopla, condenou o movimento como herético.
III. SAMUEL DOCTORIAN
Samuel Doctorian é um pastor de origem armênia, nascido em Beirute. Obteve sua graduação em Teologia no Hurlet Nazarene College, na Escócia e foi ordenado em 1951.
Desde 1952, Samuel Doctorian tem rodado o mundo pregando avivamento em igrejas evangélicas, católicas e ortodoxas.
Seguindo a mesma linha milenarista e apocalíptica de Montano, Samuel Doctorian declara conversar com anjos e ter revelações quanto ao grande julgamento que Deus exercerá sobre o mundo nos últimos dias. Seguem abaixo suas "profecias":
"Profecia do Dr. Samuel Doctorian, Diretor da Bíblia Lands Mission (sic) acerca dos tempos, intitulada "Os Cincos Anjos dos Continentes", em 16 de agosto de 1998, na Ilha de Patmos. Esta mensagem foi transcrita por Ruthanne Galok, a partir de uma fita cassete recebida em Singapura, em 30 de agosto de 1998. A fita foi trazida por Wee Tiong Howe, um cristão que acabara de voltar da ilha de Patmos. onde estivera em oração com um pequeno grupo de singapureanos. Ali, Samuel Doctorian relatou-lhes a experiência.
Falta da prática do amor entristece o Espírito
"Eu estava sozinho em uma casa alugada aqui na Ilha de Patmos já há várias semanas, a fim de orar e buscar ao Senhor. Descobri uma pequena igreja -- a St. Nicholas Chapel -- e lá derramei o meu coração diante de Deus. Descobri uma pedra na encosta de uma colina onde ia me sentar e orar -- meditando e lendo a Bíblia. Comi muito pouco durante todos aqueles dias. Diversas vezes fui até a caverna de João, onde ele viu o grande Apocalipse.
Enquanto meditava durante o período de um mês naquele lugar solitário, pensei: Gostaria de saber se o Senhor algum dia enviará o décimo anjo. "Eu já vira anjos nove vezes anteriormente. Já vira um anjo que livrara uma mulher do enforcamento no alto Egito.
Vi o nono anjo em Beirute, em meio à guerra. O anjo acordou-me fisicamente às três horas da madrugada e me disse para sair imediatamente do País. Sou grato ao Senhor até hoje -- não sei o que teria acontecido comigo se o anjo não tivesse vindo. Os céus contarão isto algum dia.
Assim, eu imaginava se algum dia eu veria um anjo pela décima vez. Havia ocasiões enquanto orava que eu sentia uma presença tão forte que me levava a perguntar: "Senhor, será que um anjo está vindo agora? "Mas não era assim. Uma noite, cheguei mesmo a sonhar com um anjo. Ele me disse para voar em meu sonho e eu assim o fiz -- mas foi apenas um sonho. Eu queria ver um anjo real, como eu já vira nove vezes antes.
No dia 20 de junho, às 3h50 da madrugada, aqui em Patmos, de repente o meu quarto ficou todo iluminado -- e não havia luzes aqui por perto. Tratava-se de uma casa isolada no final de uma estrada vizinha a um monastério. Mas eis que -- quando fiquei totalmente desperto -- vi cinco belos anjos. Vi suas faces -- perfeitas, com aparência humana, porém cheias de luz. Eu vi seus olhos, seus cabelos, suas mãos. Ao meu lado direito estavam dois anjos e, quando olhei para a esquerda, vi três outros anjos alados. Eles trajavam belas vestes brancas que iam até o chão -- era algo que eu não posso descrever com palavras humanas. Eu imaginava porque teriam vindo cinco anjos, mas ao mesmo tempo tremia e estremecia. Eu queria chorar e não podia.
Pouco antes de ver estes anjos em espírito, vi a mim mesmo num grande ajuntamento de multidões, e eu estava pregando em inglês. Havia um intérprete à minha esquerda que possuía cabelos negros e vestia um traje cinza, mas não consigo me lembrar em que língua ele falava. Eu estava profetizando esta mensagem:
-- Minha Igreja você prega amor, ensina amor, mas você precisa praticar o amor -- demonstrar amor. Há necessidade de unidade no meu Corpo. Existem muitas divisões entre vocês. Meu Espírito não se moverá nem operará onde não existir união. Existe carnalidade em minha Igreja. Eu desejo e quero um povo santo. Eu morri para santificar vocês.
Enquanto estava profetizando em espírito, eu tremia. Meus olhos estavam abertos e eu olhava a grande multidão. E, repentinamente, em meio àquela profecia, estes poderosos anjos apareceram. Eu me afastei do púlpito e pensei que fosse cair. Eu agora estava totalmente desperto, mas tudo isto acontecia em espírito. Alguma espécie de força impediu-me de cair e eu fiquei a imaginar o que estava acontecendo.
Foi então que o primeiro anjo à minha direita disse: "Nós somos os cinco anjos dos cinco continentes. Estamos aqui para entregar a você mensagens dos cinco continentes do mundo". No mesmo instante em que ouvi isto, também ouvi a multidão exclamar. "Ohhh, Ohhh, Ohhh...". Eu creio que a multidão também viu os anjos. de algum modo o Senhor me mostrou que, nos dias que estão por vir, em muitas partes do mundo, Deus irá revelar-se através de anjos ministradores. Isto irá acontecer publicamente -- acontecerá em igrejas -- milhares de pessoas vendo anjos ao mesmo tempo. Eles estarão ministrando ao Corpo nestes últimos dias. Então recebi esta mensagem do anjo: "O que você vê e ouve conte-o às nações". Portanto, não se tratava de alguma coisa que eu devesse guardar para mim mesmo. Aceitem elas ou não, tenho que contar isto às nações.
PRIMEIRO ANJO -- O primeiro anjo disse: "Tenho uma mensagem para toda a Ásia". Quando ele disse isso, num átomo de segundo pude ver a China inteira, a índia, os países asiáticos de Laos e Vietnã -- eu jamais estive nestes países. Vi as Filipinas, Japão, Singapura, Malásia e Indonésia. Então o anjo mostrou-me Papua, Nova Guiné, Irian Java, descendo até a Austrália e Nova Zelândia.
Morte e avivamento na Ásia e Oceania
"Eu sou o anjo da Ásia", ele disse. Em sua mão vi uma tremenda trombeta que ele iria tocar por sobre toda a Ásia. Tudo quanto o anjo disse, irá acontecer com a trombeta do Senhor sobre toda a Ásia. Milhões ouvirão a poderosa voz do Senhor. Então, o anjo disse:
"Haverá desastres, fome -- muitos irão morrer de fome. Ventos poderosos serão liberados como nunca aconteceu antes. Uma grande parte será sacudida e destruída. Ocorrerão terremotos por toda a Ásia e o mar cobrirá a Terra".
Eu vi isto em 20 de junho. Hoje é 16 de agosto. Há poucas semanas atrás, ouvi notícias acerca de aldeias que foram totalmente varridas e mergulharam no mar em Papua, Nova Guiné. Milhares de vidas em perigo. Isto aconteceu há poucas semanas, e o anjo me disse que iria acontecer em toda a Ásia. "A Terra cairá dentro do mar", ouvi o anjo dizer. "Parte da Austrália será abalada. A Austrália será dividida e uma grande parte dela mergulhará no Oceano"
Isto era assustador -- eu imaginava se estaria ouvindo corretamente.
Mas o anjo disse. "Milhões morrerão na China e na Índia. Nação se levantará contra nação, irmão contra irmão. Os asiáticos guerrearão uns contra os outros. Deverão ser usados armamentos nucleares, matando milhões de pessoas". Por duas vezes ouvias as palavras "catastrófico! catastrófico!". A seguir, o anjo disse: "Crises financeiras acontecerão na Ásia. Elas abalarão o mundo".
Eu tremia enquanto o anjo estava falando. Então, ele olhou para mim, sorriu e disse: "Vai haver o maior avivamento espiritual -- prisões serão quebradas. Barreiras serão removidas. E por toda a Ásia -- China, Índia -- as pessoas se voltarão para Cristo. Haverá um tremendo avivamento na Austrália". Ouvir o anjo dizer: "Esta é a última colheita".
Então, como se o Senhor estivesse falando, ele disse: "Eu irei preparar a minha Igreja para a volta de Cristo". Fiquei feliz com estas boas notícias depois da mensagem de julgamento. Durante todo o tempo em que os cinco anjos estiveram no meu quarto, pude sentir a presença de Deus -- era tremendo.
Terremoto faz Torre Eiffel se fragmentar
SEGUNDO ANJO -- Vi, então, que o segundo anjo trazia uma foice na mão, tal como a que é usada em colheitas. Ele disse: "Chegou o tempo da colheita em Israel e nos países em todo o percurso até o Irã". Vi aqueles países numa fração de segundo. "Toda a Turquia e aqueles países que me rejeitaram e rejeitaram a minha mensagem de amor odiar-se-ão uns aos outros e se matarão mutuamente". Vi o anjo erguer a foice e descê-la sobre todos os países do Oriente Médio, Vi o Irã, Armênia, Azerbaijão, toda a Geórgia, Iraque, Síria, Líbano, Jordânia, Israel, toda a Ásia Menor, cheias de sangue. Vi sangue espalhado sobre estes países inteiros. Eu vi fogo. Armas nucleares sendo usadas em muitos destes países. A fumaça se elevava de todas as partes. Súbita destruição -- os homens destruindo-se uns aos outros. Ouvi estas palavras: "Israel, oh Israel, chegou o grande julgamento". O anjo disse: "Os escolhidos, a Igreja, o remanescente serão purificados. O Espírito de Deus preparará os filhos de Deus". Vi fogos que se elevavam aos céus. O anjo disse: "Este é o julgamento final. Minha Igreja será purificada, protegida e preparada para o dia final. Homens morrerão de sede. A água escasseará por todo o Oriente Médio. Os rios se secarão e os homens lutarão por água naqueles países".
O anjo me mostrou que a Organização das Nações Unidas será quebrada em pedaços, devido às crises no Oriente Médio. Não mais existirá a ONU. O anjo com a foice fará a colheita.
TERCEIRO ANJO -- Então, um dos anjos mostrou-me a Europa de uma extremidade à outra -- desde o Norte, descendo até a Espanha e Portugal. Em sua mão ele trazia um instrumento de medição. Eu o vi voar sobre a Europa e ouvi as palavras: eu estou desgostoso, entristecido. Injustiça, impureza, impiedade por toda a Europa. O pecado elevou-se até os céus. O Espírito Santo está entristecido. "Vi os rios da Europa engrossarem e cobrirem toda a Europa. Milhões de pessoas se afogarão.
Depois de ter visto tudo isto, li o noticiário há pouco tempo atrás. A Tchecoslováquia sofreu a pior inundação de todos os tempos. Também ouvi falar do tremendo perigo que o grande rio na China representava para milhares de casas ameaçadas de serem destruídas pela inundação. Eu não sabia de todas estas notícias antes de ter visto e ouvido o que os anjos me disseram.
De repente, ouvi terremotos por toda a Europa. "Países que nunca sofreram terremotos serão abalados", disse o anjo. E, de repente, em meu espírito, vi a torre Eiffel, de Paris, fragmentar-se e cair. Vi grande parte da Alemanha destruída. A grande cidade de Londres -- destruição por toda a parte. Vi inundações por toda a Escandinávia.
Olhei na direção Sul e vi a Espanha e Portugal atravessando fome e grande destruição. Muitos morrerão de fome por toda a Espanha e Portugal. Eu estava preocupado com todas estas notícias e disse: "Senhor, e quanto aos teus filhos?". O anjo respondeu: "Eu os preparei. Eles estarão esperando pela volta do senhor. Muitos clamarão por mim naqueles dias e eu os lavarei e farei grandes milagres e lhes mostrarei o meu poder". Portanto, em meio desta grande destruição, a graça de Deus estará sobre aqueles países. Eu estava feliz por Deus estender a sua proteção sobre seus filhos.
Seca no Rio Nilo amplia fome na África
QUARTO ANJO -- Fomos agora para a África. Eu vi o quarto anjo voar sobre a África e pude enxergar desde a Cidade do Cabo, indo por todo o caminho, até o Cairo. Vi todos os países dali, mais de cinqüenta deles. O anjo da África trazia uma espada em sua mão. De repente, eu o ouvi dizer: "Sangue inocente tem sido derramado. Divisões entre os povos -- gerações longe do Senhor -- eles têm se matado uns aos outros, milhares de pessoas. Tenho visto os meus filhos fiéis na África e recompensarei toda a fidelidade no continente da África. Eu os abençoarei abundantemente. Eu controlarei o clima -- sol ardente e escaldante em algumas partes. Grandes rios se secarão, e milhões morrerão de fome. Em outras partes, inundações. Os fundamentos serão abalados. Minha espada julgará os ímpios e os sanguinários.
Acontecerão tantos terremotos que os rios fluirão em diferentes direções no continente, inundando muitas aldeias". Vi grades destroços caindo dos céus sobre diferentes partes da África. "Haverá tremor na Terra como nunca houve desde a criação. Ninguém escapará da espada do Senhor". Vi o rio Nilo secar-se. Ele é o deus do Egito. Peixes mortos fedendo por todo o Egito. Grande porção da África central será coberta pela água -- milhões morrendo. "Senhor", eu disse "Tudo isto são más notícias. Tudo destruição. Haverá alguma boa nova?" O Senhor respondeu: "O dia final chegou. O dia do julgamento está aqui. Meu amor tem sido recusado agora e chegou o fim". Eu estava tremendo, abalado. Pensei: "Não posso suportar isto".
Amazônia é inundada e terremotos destroem metrópoles brasileiras
QUINTO ANJO -- Então vi o último anjo voar sobre a América do Sul e do Norte -- todo o trajeto, desde o Pólo Norte até a Argentina. Do Leste dos Estados Unidos até a Califórnia. Eu vi em sua mão uma taça.
O anjo disse que iria derramar o julgamento que estava na taça sobre aqueles países. Então eu o ouvi dizer: "Não mais retidão. Não mais justiça. Nenhuma santidade. Idolatria. Materialismo. Bebedeiras. Escravidão ao pecado. Derramamento de sangue inocente -- milhões de bebês sendo mortos antes de nascer. As famílias estão fragmentadas. Uma geração adúltera. Sodoma e Gomorra estão aqui.
Os dias de Noé estão aqui. Falsos pregadores. Falsos profetas. Rejeição ao meu amor. Muitos deles possuem uma imitação de religião, mas negam o poder real".
Quando ouvi tudo isto, implorei ao anjo. "Você não poderia esperar um pouquinho mais? Não verta a taça. Dê uma chance ao arrependimento".
O anjo respondeu: "Muitas vezes Deus tem poupado e falado, mas eles não ouvem. A Sua paciência chegou ao fim. Agora chegou o tempo. Eles têm amado ao dinheiro e aos prazeres mais do que têm amado a mim".
Quando o anjo começou a derramar a taça que trazia em sua mão, vi tremendos icebergues derretendo-se. Quando isto aconteceu, vi inundações sobre todo o Canadá e América do Norte. Todos os rios transbordaram; destruição em toda a parte.
Eu ouvi o mercado mundial entrar em colapso com os poderosos terremotos, e os arranha-céus de Nova Iorque virem abaixo -- milhões morrendo.
Vi navios naufragando nos oceanos; ouvi explosões em todo o Norte do País, Vi o anjo derramar a taça sobre o México e os dois oceanos se juntaram -- o Atlântico e o Pacífico. Uma grande parte do Norte do Brasil coberta de água -- o rio Amazonas transformando-se num grande oceano. Florestas destruídas e inundadas. As principais cidades do Brasil destruídas -- terremotos em muitos lugares.
Quando o anjo virou a taça, grande destruição sobreveio ao Chile e Argentina, como jamais houve. O mundo inteiro foi sacudido. Então ouvi o anjo dizer. "Isto acontecerá brevemente".
Eu disse: "Não pode ser adiado? Não derrame estas coisas sobre todo o globo". E de repente, vi os cinco anjos postados em torno do globo terrestre, levantando suas mãos e suas asas aos céus, dizendo: "Toda glória seja dada ao Senhor dos céus e da Terra. Agora chegou o tempo e Ele glorificará o Seu Filho. A Terra será queimada e destruída. Todas as coisas passarão. Virão os novos céus e nova Terra. Deus destruirá as obras do diabo para sempre. Eu mostrarei o meu poder -- como eu protegerei os meus filhos em meio a toda esta destruição. Prepare-se para aquele dia, porque o Senhor vem".
Disse ao Senhor: "A mensagem dos anjos para o mundo não são boas notícias. Trata-se de julgamento, punição, destruição, devastação. O que as pessoas dirão a meu respeito? Eu sempre fui um pregador do amor, paz e boas novas?" O anjo respondeu: "Esta é a sua mensagem.
Você é o instrumento, o canal. Que privilégio Deus ter escolhido você para entregar esta mensagem às nações". Por mais de uma hora não pude me mover. Eu estava totalmente desperto, tremendo de tempos em tempos.
Meu quarto estava cheio da luz do resplendor dos anjos. Então, subitamente, eles subiram aos céus. Ao olhar para o alto, vi os anjos tomarem cinco direções. Eu sei que eles já começaram as suas tarefas.
Observe estas palavras no final do texto: "Você é o instrumento, o canal. Que privilégio Deus ter escolhido você para entregar esta mensagem às nações".
Montano e Doctorian se igualam na percepção de que foram os únicos escolhidos por Deus para, por meio de novas revelações, superiores às das Escrituras, anunciar ao mundo o grande julgamento do Senhor.
IV. O CONFRONTO DAS REVELAÇÕES DE SAMUEL DOCTORIAN COM A DOUTRINA DA IPB
Abaixo transcrevemos alguns trechos dos ensinos de Samuel Doctorian e, em seguida, a posição da IPB a respeito de tais idéias:
1. MEIO PELO QUAL DEUS REVELA SUA VONTADE
Samuel Doctorian
"PRIMEIRA CARTA DE SAMUEL DE PATMOS. PATMOS, Grécia  João o Apóstolo do Senhor, o Apóstolo do Amor. Dois mil anos atrás, ele estava no exílio, nesta ilha de Patmos. Pela graça de Deus e pela condução do Santo Espírito, aqui estou eu em Patmos após dois mil anos, tendo uma maravilhosa experiência com o Senhor. Eu estou só e capacitado pelo Espírito a escrever esta carta de Patmos a todos os meus preciosos irmãos e irmãs em Cristo, a todos aqueles na comunhão da Bible Land Mission, a todos que estão orando por nós e pelo ministério que o Senhor nos deu."[5]
Igreja Presbiteriana do Brasil
"Ainda que a luz da natureza e as obras da criação e da providência de tal modo manifestem a bondade, a sabedoria e o poder de Deus, que os homens ficam inexcusáveis, contudo não são suficientes para dar aquele conhecimento de Deus e da sua vontade necessário para a salvação; por isso foi o Senhor servido, em diversos tempos e diferentes modos, revelar-se e declarar à sua Igreja aquela sua vontade; e depois, para melhor preservação e propagação da verdade, para o mais seguro estabelecimento e conforto da Igreja contra a corrupção da carne e malícia de Satanás e, do mundo, foi igualmente servido fazê-Ia escrever toda. Isto torna indispensável a Escritura Sagrada, tendo cessado aqueles antigos modos de revelar Deus a sua vontade ao seu povo. Referências - Sal. 19: 1-4; Rom. 1: 32, e 2: 1, e 1: 19-20, e 2: 14-15; I Cor. 1:21, e 2: 13-14; Heb. 1: 1-2; Luc. 1: 3-4; Rom. 15: 4; Mat. 4: 4, 7, 10; Isa. 8: 20; I Tim. 3: 15; II Pedro 1: 19."[6]
Observe que Samuel Doctorian vai para Patmos, a mesma ilha onde João recebeu a revelação sobre as últimas coisas, o Apocalipse e, da mesma forma que João, tem "revelações" e as escreve aos crentes de nossos dias. Como se tantas semelhanças fossem poucas, ele denomina suas cartas da mesma forma que as cartas inspiradas "PRIMEIRA CARTA DE SAMUEL DE PATMOS". Assim como Montano, Doctorian crê que sua revelação é um substituto à revelação registrada na Bíblia.
2. APEGO AOS ANJOS, DESPREZO À PALAVRA
Samuel Doctorian
"Enquanto meditava durante o período de um mês naquele lugar solitário, pensei: Gostaria de saber se o Senhor algum dia enviará o décimo anjo. Eu já vira anjos nove vezes anteriormente."[7]
O anjo respondeu: "Esta é a sua mensagem. Você é o instrumento, o canal. Que privilégio Deus ter escolhido você para entregar esta mensagem às nações".[8]
"TERCEIRA CARTA DE SAMUEL DE PATMOS. Nos últimos vinte e cinco anos de meu ministério por Cristo eu tive o mais maravilhoso privilégio e bênção de experimentar nove visitas de anjos. Eu vejo anjos. Eu falo com eles. Eles falam comigo. Tem sido algo tremendo em minha vida pensar que Deus ordenaria a mim ver seres angelicais, estes maravilhosos espíritos ministradores. A Deus seja a glória. Eu sempre quis descobrir se anjos têm asas. Tanta gente me pergunta "Quando você viu anjos, você viu asas?" Minha resposta era "Eu estava tão chocado, trêmulo, e com medo quando eu vi anjos, que eu não tive coragem e ousadia para perguntar se eles tinham asas". Mas eu estou decidido a, na próxima vez, na minha décima experiência, se Deus quiser que isso aconteça e que eu veja o anjo, a perguntar a ele "Você tem asas?. Eu adoraria vê-las. Muitos tem perguntado por elas!"[9]
Igreja Presbiteriana do Brasil
"Mas, ainda que nós ou mesmo um anjo vindo do céu vos pregue evangelho que vá além do que vos temos pregado, seja anátema. Assim, como já dissemos, e agora repito, se alguém vos prega evangelho que vá além daquele que recebestes, seja anátema." (Gl 1.8,9)
"E não é de admirar, porque o próprio Satanás se transforma em anjo de luz. Não é muito, pois, que os seus próprios ministros se transformem em ministros de justiça; e o fim deles será conforme as suas obras." (2Co 11.14,15)
Ao revelar sua busca por mensagens de anjos e incentivar o povo de Deus ao mesmo, Doctorian mostra o pouco valor que dá a mensagem contida nas Escrituras Sagradas.
3. CESSAÇÃO DO REGISTRO BÍBLICO
Samuel Doctorian
"Em Maio de 1998, eu fui conduzido pelo Santo Espírito a ir à Ilha de Patmos. Esta foi uma oportunidade para oração, jejum, estudo bíblico, e um tempo para examinar meu coração. Eu tive 125 maravilhosos dias lá, sozinho. Em 20 de Junho, daquele ano, eu tive uma grande visita de cinco anjos... Eles me deram mensagens que agora estão em todo o mundo, na internet, em revistas, panfletos e livros, propagando a importante mensagem daqueles cinco anjos poderosos"[10]
Igreja Presbiteriana do Brasil
"A Escritura ensina e a Igreja crê que, como instrumento para predizer as várias etapas do plano divino de redenção, a profecia cumpriu sua finalidade através dos antigos profetas e dos apóstolos, os quais registraram de forma inspirada e infalível as etapas ainda futuras da História da Redenção, como a Segunda Vinda de Cristo, a ressurreição dos mortos e o juízo final. Assim, como veículo de revelação divina, ela cessou com os apóstolos e profetas, os quais lançaram os fundamentos da Igreja de Cristo." [11]
Para Samuel Doctorian, o canon sagrado ainda está aberto, isto é, Deus continua mandando mensagens ao seu povo, talvez para completar o que ficou faltando.
4. MENOSPREZO QUANTO AO TERCEIRO MANDAMENTO
Samuel Doctorian
Em suas diversas "revelações" S. Doctorian utiliza o nome de Deus (Senhor, o Espirito Santo e outros) nas descrições que faz, intentando criar autoridade. Exemplos: "Em Maio de 1998, eu fui conduzido pelo Santo Espírito"; "Esta é a sua mensagem. Você é o instrumento, o canal. Que privilégio Deus ter escolhido você para entregar esta mensagem às nações"; "de algum modo o Senhor me mostrou que, nos dias que estão por vir, em muitas partes do mundo, Deus irá revelar-se através de anjos ministradores".
Igreja Presbiteriana do Brasil
P. 111. Qual é o terceiro mandamento?
R. O terceiro mandamento é: "Não tomarás o nome do Senhor teu Deus em vão, porque o Senhor não terá por inocente aquele que tomar em vão o nome do Senhor seu Deus". Ref. Exo. 20:7.
P. 112. Que exige o terceiro mandamento?
R. O terceiro mandamento exige que o nome de Deus, os seus títulos, atributos, ordenanças, a Palavra, os sacramentos, a oração, os juramentos, os votos, as sortes, suas obras e tudo quanto pelo que Deus se faz conhecer, sejam santa e reverentemente usados em nossos pensamentos, meditações, palavras e escritos, por uma profiss