Português | English

Devocionais

DAVI TEVE UM FILHO QUE TEM MISERICÓRDIA DE MIM

DAVI TEVE UM FILHO QUE TEM MISERICÓRDIA DE MIM

Sl 72

O salmo é atribuído a Salomão.

A oração, no entanto, é atribuída a Davi.

Nesse caso, é o filho escrevendo o que ele sabia ter sido o clamor do pai (20).

A oração pede a fidelidade de Deus ao Rei e ao Filho Rei (1).

O que se pede que seja realizado não cabia na existência de Salomão (2-17).

Somente um outro Filho de Davi haveria de encarnar aquela oração.

Basta ler o que se diz que Ele seria para o individuo e para todas as nações da Terra e se saberá que somente Deus teria o coração, a compaixão e o poder de realizar tais coisas.

De fato, estamos diante de um daqueles salmos que Paulo poderia ter até mesmo usado na íntegra—como algumas vezes o fez—, a fim consubstanciar tudo aquilo que como promessa messiânica Jesus cumpriu (4-11; 17-19).

Mateus, por exemplo, poderia também ter usado o salmo a fim de dizer: “E isto aconteceu para que se cumprisse a Escritura...”— obviamente que diria a isto após ter visto Jesus curar doentes, socorrer desvalidos, acolher o indigente, libertar o oprimido de sua opressão ou mesmo na multiplicação dos pães (12-16).

O fato é que este salmo nos trás mais uma declaração acerca do Filho de Davi que tem misericórdia de mim!

Lê-lo é como ler as descrições do Evangelho sobre a Graça e a Misericórdia revelados em Jesus a todo o povo e a todos os povos.

Perde-se muita alegria de coração quando não se tem um mínimo de ansiedade na alma na leitura da Palavra.

“E começando por Moisés...mostrou-lhes o que a seu respeito constava em todas as escrituras...”—foi o que Jesus disse e fez aos dois que andavam de Jerusalém para Emaús, depois que Ele havia ressuscitado de entre os mortos.

“Abriu-se o entendimento deles para compreenderem as Escrituras”—é outra afirmação de como deve-se também ler a Palavra—especialmente os salmos e os profetas!

A última oração de Davi aguardou mil anos para se cumprir.

Os teólogos de Israel nada perceberam.

Mas o povo aflito, simples, indigente e desvalido entendeu a Palavra—não como texto—como realidade quando a virão encarnar-se diante de seus olhos:

Filho de Davi...tem misericórdia de mim—era o clamor de quem sentiu e soube que Aquele que ali estava carregava as fiéis misericórdias prometidas a casa de Davi.

Portanto, leia o salmo com a certeza de que se trata de uma descrição antiga e que teve sua concreção em Jesus.

Não perca mais seu tempo.

Leia a Palavra como os apóstolos tiveram a coragem de lê-la. Não invente “modas”, mas não perca a “revelação”.

Afinal, o nosso entendimento já se abriu a fim de compreendermos as Escrituras.

Caio