Português | English

Informativo

CELEBRANDO AS 500 CARTAS: HOJE É O DIA

CELEBRANDO AS 500 CARTAS: HOJE É O DIA

-----Original Message-----
From: Tiago Funchal Giannini
Sent: quinta-feira, 23 de outubro de 2003 10:23
To: contato@caiofabio.com
Subject: 500 Cartas: é o dia “D”

Mensagem:

O dia D!
Hoje eu fiquei feliz!
Entrei no site e vi no rodapé das Cartas (aliás maior ponto de encontro deste site): total de 500 mensagens.
Uau!
500!
500 para os Romanos era "D".
Hoje é o dia D!
Parabéns Pastor!
Parabéns por ter hoje 500 motivos para estar Vivo e Ajudar!
Por não deixar o volume de situações da consciência humana dominar você!
Quem dera fossemos todos assim!
Imperfeitos!...
Talvez a maior doença dos crentes seja achar que são ou têm que ser perfeitos.
Não seria melhor pregarmos logo que não somos assim?
O nosso Deus é Perfeito!
Isso nos faz lembrar que, à cada um segundo a nossa necessidade dEle...
Carecemos dEle, e somos supridos por Ele!
É isso que dá prá "sentir" aqui.
É! Aqui! Num site de Internet!
Quem diria?!
Se Paulo pudesse imaginar isso!
II E-mail de Paulo aos Brasileiros...
Esse site é tão incisivo e confortante quanto uma carta de Paulo. Sabe exortar com tamanha força e ao mesmo ser tão suave... Austero. Sincero. Real.
500 corações c(a)rentes com todo tipo de problema querendo sufocar.
500 respostas para auxiliar.
Parabéns!
500 vezes!

Abração!

De Coração!

Tiago
********************************
Resposta:


Tiago, meu amado irmão: 500 beijos para você, e muita Paz!

Obrigado pelas “500 velas virtuais” desse “parabéns”.

Me fez muito bem.

Eu mesmo não havia notado que há 500 Cartas coladas no site.

De fato, por fora, respondo muito mais.

Hoje mesmo abri aqui o e-mail e vi que há 2.478 esperando uma resposta.

Dá um certo desespero pela espera de alguns.

Mas hoje faço apenas o que posso. Todavia, o que posso, faço-o de todo o coração.

Minha oração quando começo a escrever qualquer coisa, ou a responder qualquer Carta, é sempre pedindo a Graça de ser próprio, claro, simples, sincero e sem hesitação quanto a dizer, em amor, o que creio ser a verdade do Evangelho e seu aplicativo dentro da realidade da Condição Humana.

Obrigado pelas “500 velas no bolo amável” que você me ofereceu.

Para mim o sabor foi real, não virtual.

Sabe, uma coisa que tenho aprendido “aqui” (no virtual)—após décadas de encontros físicos com as pessoas para as quais eu pregava—, é que de fato há uma certa idolatria no Paradigma do Encontro Real.

Não é isso que sinto e vejo hoje.

É verdade que nada substitui um cara-a-cara.

Todavia, nada também substitui uma Carta.

Certamente essa é a razão de estarmos lendo Cartas de Paulo por quase dois mil anos.

E mais: estou amando esse modo de fazer as coisas por várias razões.

A primeira é que é muito durável. Fica lá. A pessoa pode ler e reler; meditar; voltar e checar outra vez; conferir; re-atualizar seu entendimento...

A segunda é que fica disponível a outros. Por isto eu vou “colando no ar” apenas aquelas Cartas que vejo que “respondem” a um grupo maior de pessoas. As demais eu respondo no particular.

A terceira é que vejo que uma resposta a uma pessoa gera confortos diferentes a milhares de outras. Há uma certa Graça de Prevenção em tudo isso.

A quarta é que eu me poupo. Posso estar com milhares, mas manter meus “tempos”, e minha agenda de vida.

A quinta razão é a permanência. Ou seja: ninguém perde nada. Quem não puder vir num dia, poderá, todavia, quando vier, sair lendo para o “fundo”. Afinal, tudo fica gravado e disponível a todos.

Em suma: estou muito feliz.

Espero que você e todos os demais que venham a ler esta “Carta Celebração das 500 Cartas” possam se motivar e fazer duas coisas: orar por mim; e, divulgar o site. Ele está andando no vento dos segredos do Espírito, no boca-a-boca.

Um beijão,

Nele, que nos dá alegria para viver,

Caio