Português | English

Informativo

ANTES DE TUDO HOJE!

ANTES DE TUDO HOJE!

Vejo que muita gente chega aqui no site, entra, vê que tem um Fale Comigo, então, para ele mesmo, inaugura uma era, e diz: Vou falar com esse cara e ainda vou fazer uma pergunta.
Aí me expressa seu carinho...
E aí, me faz muito bem...
E aí me faz uma pergunta que, em geral, já está respondida aqui no site.
Sabe qual é o problema?
É que já há muito conteúdo disponível, mas a maioria das pessoas ou não têm acesso livre a Internet, e, por essa razão, dão uma olhadinha, e apenas me escrevem; ou, mesmo tendo banda larga, acesso gratuito ou pré-pago—seja em casa, seja na empresa—, ainda assim fazem as perguntas que já estão respondidas, simplesmente por que deixam de ler o que já está proposto aqui no site.
Quais as possíveis razões?
1. Impossibilidade de navegar por muito tempo. Estão usando o computador de um amigo; ou quem sabe o do trabalho—portanto, sem a chance de poder fazer o que é preciso: navegar...
O que essa pessoa deve fazer? Bem, se eu fosse ela, imprimiria tudo. Cada texto oferece essa alternativa. Eu faria um Book de tudo o que me interessasse, e o atualizaria todos os dias.
2. Preguiça é outra possível razão para não se navegar nas caravelas virtuais, atravessar o Pacifico com Atlântica vontade, até se chegar à Terra Virtual de Santa Cruz, e descobrir essa doce terra varonil, que, eu sei que está louquinha para ser descoberta. Mas como a preguiça nunca foi presente na alma dos conquistadores, a pessoa meio apressada ou preguiçosa, no máximo lê o que está nas páginas iniciais; ou apenas lê as últimas inserções de texto, e diz: Oba, vou perguntar também!
Informação importante: sempre que recebo uma carta com uma questão que já está respondida em “algum lugar virtual no passado deste jovem site”, eu peço a pessoa pra dar uma navegadinha e achar. Quem busca encontra, especialmente se já sabe onde é o lugar virtual.
3. Falta de compreensão sobre o funcionamento do sistema. Aqui no site, os primeiros Artigos, Devocionais, Reflexões, Cartas, etc...que foram escritos primeiro, e hoje são os últimos; e, os que foram escritos por último, estão, ainda, em primeiro lugar—outros textos virão, e o que eu escrever hoje aqui, em no máximo um mês, estará “lá em baixo”. Portanto, se você quiser acompanhar o “espírito de nossa jornada”, sugiro que você vá para as leituras lá do fundo do Baú. Por exemplo, em Devocionais, já há mais de 113 textos; em Artigos há uns 53; em Reflxões há 118; em A Mente de Paulo há 25; em Cartas há 286 textos. Isto sem falar nos outros linkes que você encontra no Menu da página inicial.
Meu pedido a você é o seguinte:
1. Pra quem escreve e pergunta o que já está respondido, não é possível responder sempre outra vez o que já está escrito. Por isto, antes de fazer uma pergunta, dê uma navegada.
2. O material que está aqui é amplo, diverso, e bem denso; eu sei disso. Por isto, imprima e leve pra casa. Leia com calma. Discuta com amigos. Reflita você mesmo. E, em havendo uma questão, escreva. Mas de preferência me diga o que você já leu, mas que, apesar disso, ainda ficaram dúvidas.
3. Proponha os conteúdos—do fundo virtual do baú até a cobertura virtual que vai sendo acrescida à cada dia—como texto de debate e discussão para você e seus amigos.
4. Escreva sempre que desejar. Se for uma urgência, escreva Urgência no Subject. Em breve o Fale Comigo estará divido em áreas de interesse, conforme a mensagem que você desejar me enviar.
5. Estou dizendo isto como quem sente dor por já haver tanto material aqui, mas que vai sendo deixado para trás; e, quem está chegando, não faz a viagem junto; e, assim, desperdiça tanto as informações, como também o espírito da jornada.
Portanto, fica aqui o pedido de irmão: leia o site, todinho, imprima, leve pra casa, re-leia, discuta com os amigos, faça sua coleção de textos; envie-os a amigos, e faça parte dessa crescente irmandade virtual que vai entendendo tão bem as coisas que hoje são ditas, apenas porque estão criando seu próprio banco de informações coerentes desde o princípio.
Estou apenas dizendo isto porque vou dar uma boa chance a quem estiver chegando hoje de poder fazer isto. Terei dois dias ou três de trabalho, fora do site, e, certamente, não poderei atualizar nem mesmo repostas, na sessão de Cartas.
Sei que, provavelmente, não terei tempo pra escrever até segunda-feira. Mas sempre acabo não agüentando e escrevendo alguma coisa...
Os que já são os amigos de todos os dias—e que já internalizaram o processo—, sabem como funciona.
E, para mim, já dá pra sentir a diferença até no nível de consciência expressa por esses que estão fazendo a peregrinação todos os dias, desde há cinco meses atrás.
Um beijão meigo e carinhoso para todos,
Caio