100%
Um convite a doce revolução. Vem e Vê.
Google Play Baixe o aplicativo. O evangelho no toque do seu dedo!

TEXTOS > CLÁSSICOS

Um exemplo para ser seguido

El Sistema

O milagre da inclusão social pela música na Venezuela


Em 1975 o economista e músico venezuelano José Antonio Abreu fundou uma instuição chamada Ação Social pela Música e se tornou seu diretor.  Ele começou com um grupo de amigos um projeto de inclusão social através da prática de música em conjunto e fundaram uma orquestra de jóvens.  Com o sucesso do projeto o governo venezuelano assumiu o projeto através da Fundação do Estado para o sistema nacional de orquestras juvenis e infantis da Venezuela, conhecido pelo apelido "El Sistema".   O Sistema atualmente tem 180 núcleos em todas as províncias da Venezuela, e mantém 150 orquestras de jovens e 70 orquestras de crianças.

Sua filosofia de trabalho é de motivar através do fazer.  A criança ou jóvem interessado participa de atividades em um dos núcleos, podendo chegar a 6 vezes por semana, dependendo da disposição ou necessidade social, e recebe um gratuitamente um instrumento musical e aulas individuais e em conjunto.  Ao mesmo tempo que avança ela mesma é levada a ensinar os mais novos no projeto.  O impacto social foi incrível, já que envolve não apenas as crianças mas também suas famílias, suas escolas, e toda uma comunidade que passa a ter orgulho de sua orquestra local.  Ao mesmo tempo o sistema procura quebrar "o falso dilema entre a música popular e a acadêmica", tanto valorizando o aspecto artístico da música popular quando dando oportunidade para que a música dita erudita seja popularizada entre toda a sociedade.

Obviamente que um projeto social assim só pode levar a grandes frutos artísticos. Muito embora não haja uma pretenção de profissionalização de todos os que entram no sistema, os que se destacam mais são convidados a participar dos conjuntos "profissionalizados" do próprio sistema, e posteriormente ao chegarem a ser adultos podem integrar uma das diversas orquestras profissionais que as províncias venezuelanas passaram a manter.  Alguns chegam a reconhecimento internacional, como por exemplo o Maestro Gustavo Dudamel, que atualmente aos 28 anos é diretor artístico da Orquestra Filarmonica de Los Angeles, e já regeu as orquestras de Vienna, Berlin e do La Scala, entre outras.  Ou contrabaixista Edicson Ruiz que adquiriu fama no meio musical ao ser convidado para integrar a prestigiosa Orquestra Filarmônica de Berlin aos 17 anos de idade.

Em 2007 a Orquestra Sinfonica de la Juventud Venezoelana Simon Bolivar participou do famoso festival "Proms" na Inglaterra.  O sucesso foi tão grande que foi necessário abrir ensaios ao público e programar apresentações extras.  Aqui abaixo está o "BIS" do último concerto, em que eles tocam "Mambo" de West Side Story, composta por Leonard Bernstein, sob regência de Gustavo Dudamel.



 
Abaixo encontram-se trechos de 2 documentários a respeito do "Sistema Venezuelano", para quem desejar conhecer melhor o projeto, incluindo depoimentos de maestros como Claudio Abbado e Simon Rattle e do tenor Placido Domingo.





Ciro d'Araújo, 21 de Abril de 2009