100%
Um convite a doce revolução. Vem e Vê.
Google Play Baixe o aplicativo. O evangelho no toque do seu dedo!

TEXTOS > OPINIÃO

SUICÍDIO OU ASSASSINATO MORAL?

O governo da Escócia acaba de revelar pesquisa na qual se chegou à seguinte conclusão acerca do suicídio. Os adolescentes são o maior grupo de risco. Todavia, entre tais suicidas juvenis se descobriu que a maioria é gay, e que dentre tais gays os cristãos respondem por 90% dos riscos de cometimento de suicídio. Ou seja: um adolescente cristão e gay, tem 90% mais chance de cometer suicídio que um não-cristão, heterossexual ou não, de qualquer outra religião. O que isto quer dizer? 1. Que a religião cristã não oferece Graça à alma que esteja fora dos padrões da moral cristã. 2. Que outras religiões pesam menos neuroticamente sobre as almas humanas que a religião cristã. 3. Que é inconcebível que os que dizem ser o Povo que recebeu Graça no Sangue de Jesus não consiga oferecer pouso e paz para aqueles que existem em condições distintas ao padrão da igreja. 4. Que a igreja precisa botar menos culpa no Diabo por tais resultados suicidas, e assumir a responsabilidade, ela própria, por criar um “ambiente moral” que significa, psicologicamente, um “prato feito” para aquele que vem apenas para matar, roubar e destruir. 5. Que a religião cristã é mais da Culpa que do Perdão e da Misericórdia. Obviamente digo isto considerando a incidência estatística de tais ocorrências na igreja na Escócia. No entanto, o mesmo padrão hoje em dia é encontrado também em outros paises de moral cristã na Europa, bem como nos Estados Unidos. No Brasil vejo também um crescente número de rapazes e moças me dizendo e escrevendo acerca de sua vontade de por fim a vida em razão da mesma questão. Irmão, se eu estiver enganado, perdoe-me, mas não consigo achar que estou, e digo isto na presença de Deus. Não é concebível que justamente entre aqueles que dizem crer em Graça reine a Culpa e o Medo. Também é impensável que um adolescente prefira a morte que ter que enfrentar a Moral da igreja e da família. As gargalhadas do Diabo são dadas não a quem se matou, mas sim oferecidas em infernicidade grata à religião, pela manutenção do espírito do medo e da culpa que por ela é mantido, promovido e servido com devoção. Há muito sangue inocente sendo derramado em razão das perversidades da religião, e isto desde sempre. Que Deus nos salve do homicídio moral, e nos livre do mal que habita a tentação de nossas diabólicas virtudes. Que o Evangelho de Jesus nos salve do espírito da religião, seja ela qual for, inclusive quando se diz “cristã”, pois é quando tal espírito se torna mais insidioso, e mata muito mais. Infelizmente temos que admitir que no mundo de hoje a pior versão global do Diabo é cristã. E na Moral, na Política e na Economia tais manifestações cristãs do Diabo têm se mostrado as mais devastadoras da Terra. Quando o Filho do Homem voltar, porventura encontrará fé na Terra? Caio 13/08/04